Povo chileno luita na rua contra a mundializaçom capitalista

22 de Novembro de 2004

A reuniom de empresários dos 21 estados do chamado Fórum de Cooperaçom Económica Ásia-Pacífico (APEC), reunidos na capital chilena coincidindo com a visita do presidente norte-americano George W. Bush, provocou importantes jornadas de luita anticapitalista nas ruas de Santiago. 180 pessoas fôrom detidas e 25 feridas, três delas de bala, como conseqüência da repressom policial numha cidade tomada militarmente para fazer frente aos multitudinários protestos populares ante a presença de Bush e dos representantes burgueses.

50.000 pessoas percorrêrom as ruas convocadas polo Fórum Social alternativo organizado por organismos populares diversos, no que foi um novo capítulo da luita contra a mundializaçom capitalista. As faixas alusivas a Bush como "assassino de crianças", contra a APEC e o capitalismo estivérom presentes durante a marcha, sendo também atacado um Mc Donald's. As forças repressivas atacárom a mobilizaçom com gases lacrimogénios e jactos de água, respondendo @s manifestantes com pedras e barricadas.

O número de denúncias polos abusos policiais contra as pessoas detidas é inumerável, incluídas detençons massivas "por suspeita", com base numha lei derrogada na década passada, maus tratos nas esquadras, incomunicaçons, etc.

 

Voltar à página principal