No Brasil de Lula, polícia também assassina e tortura

17 de Fevereiro de 2005

Chegam do Brasil notícias do assassinato de moradores sem teito em Goiânia, capital do Estado de Goiás, no interior do país. Os factos acontecêrom ontem mesmo, polas 4 da manhá, quando 2.500 efectivos da Polícia Militar iniciárom um operativo, chamado "Operaçom Triunfo", para a expulsom dos integrantes da ocupaçom "Sonho Real". Dous moradores ficárom mortos e 26 internados no Hospital de Urgências de Goiânia, nove deles em estado grave.

Além do anterior, centenas de pessoas fôrom presas polo 7º Batalhom da Polícia Militar brasileira, lotando numerosos autocarros policiais caminho das prisons. Pode haver mais mort@s.

No indiscriminado ataque policial, fôrom usadas bombas de gás lacrimogénio, balas de chumbo de grosso calibre e balas de borracha. Os moradores e moradoras, pertencentes ao chamado "movimento sem teito", figérom frente à repressom policial com os precários meios de que dispunham.

Mais umha vez, comprova-se de que lado se situa o Governo do PT, presidido por Lula, ao tentar ficar no meio termo ante um operativo organizado polo governador estadual, do PSDB, e o próprio prefeito (presidente da Cámara) de Goiánia, do PMDB, ambos da oposiçom, em defesa dos grandes proprietários brasileiros e contra o povo empobrecido polas políticas neoliberais do capital no grande país sul-americano. O ministro das Cidades limitou-se a pedir a ambas partes (proprietários e ocupantes) moderaçom e respeito polo "Estado de direito", esquecendo que é só umha delas a que pom @s mort@s no conflito.

 

Também no campo brasileiro tenhem ocorrido centenas de mortes de trabalhadores sem terra durante os anos de governo de Lula. Pistoleiros a soldo dos latifundiários matam periodicamente camponeses pobres que se organizam para ocupar terras e poder viver do seu trabalho nas mesmas. O respeito da coligaçom reformista governante pola grande propriedade rural e urbana impede dar soluçom a um dos grandes problemas históricos do Brasil.

 

Voltar à página principal

 

 

A populaçom ocupante só aspirava ao cumprimento de um dos preceitos constitucionais brasileiros
Milhares de polícias actuárom em Goiânia em defesa dos ricos
Imagem de umha das centenas de detençons durante a invasom policial dos terrenos ocupados por sem teito na capital de Goiás, no Brasil
Barricada de protecçom feita pol@s moradores e moradoras de "Sonho Real" ante a iminente e selvagem actuaçom policial