Mais umha vítima mortal por acidente laboral nas comarcas do Leste

7 de Março de 2005

Na passada quarta-feira 2 de Março falecia no Hospital de Leom Pedro J. L. L., de 27 anos de idade, camionista do serviço do lixo que no dia 23 de Fevereiro, polas 7.00 horas, caiu por um talude na estrada N-630, à altura da localidade de Salas da Ribeira, no município da Ponte de Domingos Flores (comarca da Cabreira).

Este novo trabalhador galego morto no posto de trabalho foi enterrado na passada sexta-feira em Ponferrada. Por conseqüência do acidente, o companheiro do falecido, J. M. V., de 32 anos de idade, sofreu contusons ligeiras.

A empresa responsável pola segurança destes trabalhadores chama-se Begar, e dedica-se a actividades no sector construçom, a limpeza, imobiliárias, etc. Tanto essa empresa como Gekko (do sector da construçom, para a qual trabalhava o operário morto dias atrás no Berzo), som acusadas por representantes sindicais de graves negligências no seu desempenho nas comarcas orientais do Berzo e a Cabreira, ao terem morrido nos últimos tempos diversos operários empregados polas empresas em causa. Ambas se caracterizam polas péssimas condiçons salariais e laborais impostas às trabalhadoras e trabalhadores.

 

:: Mais informaçons sobre este mesmo tema

Operário da construçom morre no posto de trabalho no Berzo (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

Antonio A. Silva, director geral de "Begar Medio Ambiente", empresa filial do Grupo Begar em que trabalhava o empregado da limpeza morto na passada semana