Quarta vítima mortal do terrorismo machista na Galiza em 2004

28 de Dezembro de 2004

Na madrugada do domingo 26 de Dezembro, morria assasinada em Ourense Rosa Maria Pinto, de 31 anos, a maos do seu companheiro sentimental José António González. Nesta nova expressom do terrorismo machista na Galiza também se viu afectado um bebé de dez meses, após a explosom de gás que presumivelmente foi intencionada polo agressor, que se precipitou do terceiro andar do domicílio que compartilhavam na rua Alexandre Pedrosa.

Com esta nova vítima, já som quatro as mulheres assassinadas no ano 2004 polo machismo: Maria do Carmo Casal, Sara Alonso e Alícia Rei Moinhos.

Ontem à noite tivo lugar umha concentraçom de mulheres na praça do Ferro da capital das Burgas convocada pola Marcha Mundial de Mulheres. Hoje a entidade feminista Assembleia de Mulheres do Condado (AMC) convoca, como vem sendo habitual em casos como este, umha concentraçom às 19.30 diante do Concelho de Ponte Areas.

 

Voltar à página principal