Nos países mais empobrecidos polo capitalismo morre umha mulher por minuto no momento do parto

26 de Dezembro de 2004

A Organizaçom Mundial da Saúde (OMS), organismo oficial adscrito à ONU, difundiu os dados correspendentes à mortandade das mulheres grávidas na altura do parto nos países chamados "em desenvolvimento". Nom menos de umha mulher morre cada minuto nos países empobrecidos do Planeta, embora provavelmente sejam mais devido à falta de controlo adequado da contagem.

As principais causas dessas mortes som as hemorragias, partos excluídos e complicaçons de abortos realizados sem garantias sanitárias, todas elas ligadas à falta de meios básicos. Ao todo, som meio milhom de mulheres as que morrem anualmente durante o parto.

Representantes da OMS afirmárom que só na América Latina som 23.000 as mulheres que perdem a vida cada ano no momento do parto, existindo 12 países com umha taxa superior a 100 maes falecidas por cada 100.000 nascimentos. Os países mais afectados nesse continente som o Haiti, República Dominicana, Nicarágua, O Salvador, Guatemala, Honduras, Peru, Paraguai, Bolívia, Colômbia e o Brasil.

Quanto ao continente africano, na África Subsaariana as mulheres tenhem 100 vezes mais possibilidades de morrer durante a gravidez ou o parto do que na Europa ocidental.

 

Voltar à página principal