NÓS-UP denuncia "atraco legal" em Ponte Areas e reclama resposta popular

11 de Janeiro de 2005

NÓS-Unidade Popular denunciou em Ponte Areas a intençom do Governo municipal da direita espanhola de fazer leilom de bens públicos para enfrentar a dívida de mais de um milhom e meio de euros com o BSCH em tempos do líder da extrema direita local, Pepe Castro.

Num comunicado público, a organizaçom independentista fai balanço do acesso ao poder mediante moçom de censura da coligaçom PP-UCPA, e o total desprezo demonstrado polas principais demandas populares no concelho: o abandono do IES Pedra de Água, a situaçom laboral em AVIGAN, a carência de PGOM e a impossibilidade de aprovar orçamentos municipais ante o estado calamitoso da contas públicas.

NÓS-UP denuncia que, enquanto a minoria empresarial se vê beneficiada pola política da direita governante, a vizinhança se vê ameaçada por um "atraco legal" com que pôr parches à gestom clientelar e caciquista cujos resultados som umha dívida municipal milionária. Em resposta, a esquerda independentista da vila do Condado propom fazer umha frente comum contra a direita espanhola entre os diversos sectores do movimento popular.

Podes ler o comunicado de NÓS-Unidade Popular na íntegra no seu web nacional.


Voltar à página principal