Absolvidos os dous filiados de NÓS-UP acusados de demolir com maças umha estátua de Franco em Narom

13 de Janeiro de 2005

NÓS-Unidade Popular acabou de fazer público um comunicado em que exprime a sua satisfaçom pola absoluçom de dous independentistas em relaçom com a demoliçom em Dezembro de 2003 de umha estátua de Franco na paróquia de Sam Mateu de Trasancos, em Narom (Trasancos).

Os factos derivam da arbitrária detençom no mesmo dia 7 de Dezembro de 2003, por parte da polícia espanhola, de dous filiados de NÓS-Unidade Popular. Sem nengumha prova, o corpo repressivo espanhol decidiu iniciar umha campanha incriminatória consistente na denúncia nos julgados e as pressons a familiares e amizades dos dous vizinhos dos concelhos trasanqueses de Ferrol e Narom. Já na altura, NÓS-UP denunciou a farsa policial e vaticinou o fracasso da via repressiva contra os dous independentistas. O tempo acabou por dar a razom à esquerda independentista, ficando esclarecido o carácter arbitrário e repressivo da actuaçom policial.

A queda da estátua de Franco mais antiga da Península acontece em 7 de Dezembro de 2003, em pleno meio-dia, coincidindo com um acto de homenagem às vítimas da repressom franquista na comarca de Trasancos. A acçom fazia parte do grande número de iniciativas que nos últimos anos vem protagonizando NÓS-Unidade Popular contra a subsistência dos símbolos do fascismo espanhol.

NÓS-UP aproveitou esta boa notícia para confirmar o apoio a quaisquer acçons rumadas a eliminar a simbologia fascista de ruas, prédios e outros espaços públicos da Galiza, ao tempo que reclama o fim da perseguiçom política protagonizada polas forças repressivas espanholas contra as entidades e pessoas independentistas na nossa naçom.

Toda a informaçom sobre este caso pode ser consultada no web nacional de NÓS-Unidade Popular, incluindo o comunicado de NÓS-UP e os vídeos das acçons contra a simbologia franquista de Dezembro de 2003 em Narom e de Novembro de 2000 em Ferrol.

 

:: Mais informaçons sobre o tema

Reacçons à queda da estátua de Franco em Narom (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

Imagem da acçom com que vári@s independentistas demolírom a estátua de Franco mais antiga da Península em Narom, a 7 de Dezembro de 2003
Já em 2000, a esquerda independentista protagonizara umha outra espectacular acçom que deixou a enorme estátua eqüestre de Franco em Ferrol completamente coberta de tinta cor de rosa