A AMC realizou concentraçom de repulsa contra terrorismo machista

17 de Novembro de 2005

Como anunciamos anteriormente, minutos depois das quatro e meia da tarde de anteontem, terça-feira 15 de Novembro, tivo lugar diante da Cámara de Ponte Areas umha concentraçom contra a violência machista, convocada pola Assembleia de Mulheres do Condado.

Nesta ocasiom, a vítima do terror machista foi a vizinha de Ponte Areas Júlia Souto Groba, de 77 anos, assassinada polo seu marido Faustino Vidal Garraido, de 69 anos.

Umha delegaçom da AMC assistiu ao sepélio, que tivo lugar na tarde de hoje no cemitério de Guláns.

A poucos dias do 25 de Novembro, jornada de luita contra a violência machista, o Condado cobriu-se de luto por este vil assassinato que nom deve, nem pode, ficar impune.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Concentraçom de repulsa polo assassinato de umha mulher em Ponte Areas (+...)


Voltar à página principal

 

 

Mais umha vez, a AMC deu resposta as agressons machistas na comarca do Condado