Apresenta-se campanha das Bases Democráticas Galegas pola autodeterminaçom

18 de Fevereiro de 2006

"Estatutos Nom. Autodeterminaçom" é a legenda que guiará a campanha das Bases Democráticas Galegas em defesa da soberania nacional e o direito a decidir do povo galego. Trata-se, sem dúvida, de umha necessária resposta em chave soberanista à reforminha estatutária em curso. Umha resposta que tem também vocaçom unitária por cima dos partidismos e as siglas, segundo a entidade afirma no seu renovado web.

Um acto de apresentaçom nacional em Vigo, com a presença do seu coordenador nacional, o sindicalista Bráulio Amaro, junto a Antolim Alcántara e Domingos A. Garcia Fernandes, permitirá conhecer no próximo dia 22 de Fevereiro o conteúdo e pretensons da campanha. Será na Biblioteca Central, na rua Joaquín Yañez, 12 (ao pé das praças da Princesa e da Constituiçom), a partir das 19 horas.

Além do mais, esta campanha serve para reactivar o colectivo suprapartidário de diversa procedência e actividade nos movimentos sociais, que cristalizou em 2004 numha tabela de seis pontos que reúne as exigências mínimas para umha viragem democrática e soberanista no rumo da Galiza.

A declaraçom pendurada polas Bases no seu web nacional fala da necessidade de "reagruparmos as forças num projecto suprapartidário que desmonte ponto por ponto as falácias da reformas situando a autodeterminaçom como reivindicaçom inadiável, que ponha radicalmente em causa um modelo de Estado alicerçado na monarquia bourbónica e denuncie sem ambages os ataques reiterados aos direitos e liberdades que sofre o soberanismo no seu conjunto".

Como aconteceu em ocasions anteriores, o nosso portal acompanhará informativamente esta nova iniciativa das Bases, que esperamos sirva para difundir umha imprescindível posiçom soberanista perante a fraude que o autonomismo nos prepara.

 

 

Voltar à página principal

 

 

O web das Bases incorporou recentemente um foro que permite a publicaçom de textos relacionados com a alternativa soberanista ao debate autonomista