Apresentou-se em Vigo a campanha "Estatutos nom, autodeterminaçom"

28 de Fevereiro de 2006

Tal e como informamos em dias passados, a Biblioteca Municipal de Vigo acolheu na passada quarta-feira o primeiro acto público da nova campanha soberanista anunciada polas Bases Democráticas Galegas, que tem como legenda "Estatutos nom. Autodeterminaçom".

No acto público participou o coordenador das Bases, Bráulio Amaro, que denunciou a conculcaçom de direitos nacioanais e sociais de que é objecto o nosso povo trabalhador, pondo como exemplo o processo de reforma estatutária cozinhado polos partidos com rerpesentaçom parlamentar, usurpando o direito de decisom do próprio povo galego, "único sujeito do direito a decidir" na Galiza, "ámbito soberano de decisom", em palavras de Bráulio Amaro.

Antolin Alcántara, membro da Executiva Confederal da CIG, sublinhou a necessidade de ligar a reivindicaçom de soberania nacional com a defesa dos direitos sociais da classe trabalhadora galega, em resposta ao "carácter de classe" do que definiu como "projecto imperialista espanhol".

Finalmente, o filósofo Domingos Antom Fernandes denunciou a farsa hipócrita da política espectáculo, a corrupçom intrínseca da política burguesa e a grave situaçom que para a naçom galega supom a crónica negaçom de direitos nacionais por parte do Estado espanhol.

Os representantes das Bases Democráticas Galegas anunciárom novos actos de campanha em diversos pontos do País em próximas datas.

 

Voltar à página principal

 

 

Vista parcial do acto de apresentaçom da campanha das Bases Democráticas Galegas em Vigo