AGIR convoca para o próximo sábado a sua quinta Assembleia Nacional

31 de Outubro de 2005

A organizaçom estudantil independentista, AGIR, anuncia no seu sítio web a convocatória do seu máximo organismo, a Assembleia Nacional, para o próximo sábado, 5 de Novembro, na capital da Galiza. "Venham mais cinco. Cinco anos de movimento estudantil independentista" é a legenda que presidirá o encontro, que além de marcar as orientaçons de trabalho imediato servirá para fazer balanço dos cinco anos de existência de AGIR.

A organizaçom estudantil reafirma-se no rumo marcado desde o ano 2000, num contexto que é avaliado como "o momento de revitalizarmos a nossa alternativa numha jeira que se nos apresenta prometedora para o associacionismo estudantil. As reformas políticas da Europa do capital e as medidas da socialdemocracia espanhola em matéria educativa, com a LOE como primeiro e principal expoente, suscitarám no sucessivo importantes conflitos no seio da comunidade estudantil e docente".

Daí que AGIR afronte esta nova etapa "com um debate aberto e crítico que pretendemos partilhar com o conjunto do estudantado galego, a fim de artelharmos umha ampla resposta, proporcional à magnitude dos fenómenos políticos em curso".

Convocatória em Vigo contra a presença de Manuel Fraga Iribarne

De outra parte, AGIR fijo público o seu rechaço à prevista visita do velho fascista, ex-ministro franquista e ex-presidente da Junta da Galiza Manuel Fraga, à Universidade de Vigo, para participar num acto político sobre as reformas estatutárias. A entidade estudantil afirma que "o estudantado mais consciente nom tolerará que sob a aparência da normal e democrática exposiçom de ideias se introduzam nos centros de ensino do país as contribuiçons mais extremistas, contrárias a qualquer avanço nacional que implique rachar o actual marco de sobmetemento colonial do nosso país a Espanha, sobmetimento do que o ensino galego é desgraçadamente um magnífico exemplo".

Por isso convoca para o mesmo dia da visita, 3 de Novembro, às 11.30 horas, diante do centro comercial do CUVI, umha concentraçom anti-fascista contra a presença de Fraga iribarne nas universidades galegas.

 

Voltar à página principal

 

 

AGIR cumpre cinco anos de activismo estudantil independentista