BNG gosta de música militar

24 de Março de 2006

O porta-voz do BNG no Congresso espanhol dos Deputados, Francisco Rodrigues, apresentou umha iniciativa junto do Ministério da Defesa para que a "Banda de Infanteria de Marina del Tercio Norte" seja mantida na sede actual de Ferrol. Na iniciativa, o deputado e dirigente do BNG pergunta a José Bono sobre as previsons do Ministério em relaçom aos destinos dos músicos que formam a banda, devido aos boatos sobre a possível dissoluçom da mesma.

Francisco Rodrigues acha que esse agrupamento musical militar espanhol deve continuar em Ferrol, já que desempenha "múltiplas colaboraçons com centros culturais, corais, outras bandas e actividades musicais nas comarcas de Ferrol e Ortegal".

Além do mais, a incidência da banda castrense espanhola vai, em opiniom do secretário geral da UPG, muito além da própria instituiçom militar, "já que o contacto com a sociedade lhe confere um valor cultural colectivo" (sic). Polos vistos e em funçom do que o líder parlamentar do BNG em Madrid afirma, estamos diante de umha manifestaçom da cultura galega a preservar por bem do País.

É por isso que o deputado galego pede a Bono que tenha em conta o "sentir geral" e que "rectifique na sua tentativa polo bem das Forças Armadas [espanholas] e a sua concepçom, em benefício da sua desejável integraçom na sociedade [galega] através de actividades como as que desenvolve a Banda do Terço Norte".

Todo indica que Francisco Rodrigues tem a soluçom para que o Exército espanhol se transforme, democratize e integre na sociedade galega: convertê-lo em qualquer cousa parecida com umha ONG dedicada à actividade musical, que estreite os laços de amizade com o povo galego, talvez como garantia constitucional do projecto "co-soberanista" que o BNG propom para o nosso país. Por enquanto, Rodrigues nom fijo propostas em relaçom à galeguizaçom dos hinos castrenses e marchas militares mas, ao ritmo actual, todo chegará...

 

Voltar à página principal

 

 

Se estivéssemos a 1 de Abril, esta notícia pareceria brincadeira, mas nom é...