Vice-presidente da Cámara de Ferrol ameaça e tenta agredir membro de ADEGA

3 de Setembro de 2005

O empresário e ex-conselheiro da Indústria polo PP, actualmente líder de Independientes por Ferrol e vice-presidente da Cámara municipal dessa cidade, Juan Fernández, voltou a irromper nos media devido às suas atitudes violentas e provocadoras.

Desta vez, a vítima foi um militante ambientalista de Associaçom para a Defesa Ecológica da Galiza (ADEGA) em Trasancos, conhecido na comarca pola sua activa participaçom em campanhas de denúncia contra o Governo municipal e os obscuros interesses da coligaçom PP-IF, bem como outras instituiçons públicas e entidades privadas responsáveis por agressons ao meio natural trasanquês.

O incidente aconteceu na paróquia rural ferrolana de Covas, quando a vítima se dirigia ao trabalho e encontrou o caminho bloqueado por um veículo em frente à casa de campo de Juan Fernández, impedindo o tránsito polo mesmo. Ao pedir que o carro deixasse livre a passagem, o próprio vice-presidente da Cámara saiu ao caminho e, ao reconhecer o demandante, ordenou que o obstáculo ficasse no local, increpando o jovem ambientalista com a expressom literal: "fode-te".

O jovem agredido tivo que evitar o primeiro obstáculo como pudo, mas um camiom que trabalhava para os proprietários da casa impedia mesmo continuar. Ante a nova reclamaçom para que o caminho ficasse livre, Juan Fernández respondeu "há-lo pagar bem caro", e "vás ir para o céu", numha clara ameaça de morte. A seguir, Fernández lançou-se contra o jovem, tentando agredi-lo fisicamente, sendo retido polo próprio filho.

Finalmente, Juan Fernández recebeu umha nova denúncia, que se incorpora ao seu extenso historial de provocaçons a trabalhadores, sindicalistas e activistas de movimentos sociais. Entre os seus "méritos", salientam a falta de pagamento e assanhamento explorador com o quadro de pessoal da sua empresa de construçom e arranjo de barcos (Astafersa), insultos a dirigentes e quadros sindicais e provocaçons a manifestantes. Além disso, há anos viu-se envolvido num milionário engano às Finanças Públicas, livrando-se finalmente da condena penal apesar de ficar demonstrada a vigarice que protagonizara.

Paradoxalmente, e mercê da colaboraçom dos falsos testemunhos apresentados pola Polícia espanhola, existe umha denúncia por agressom do próprio Fernández contra sete militantes independentistas, por uns factos acontecidos a seguir a umha das suas habituais provocaçons numha manifestaçom em defesa do sector naval na mesma cidade de Ferrol.


Voltar à página principal

 

 

Juan Fernández (IF) e Juan Juncal (PP), vice-presidente e presidente da Cámara municipal de Ferrol