Inquérito mostra que 12,2% dos galegos e galegas se definem como "só galegos"

24 de Julho de 2005

Segundo um estudo encomendado por um conhecido jornal publicado na Galiza, a percentagem de galegas e galegos que se definem como "só galegos" é de 12,2%, enquanto @s que se sentem mais galeg@s do que espanhóis representam 18,2%.

No extremo oposto, 9,2% d@s habitantes da Galiza afirmam que se sentem só espanhóis, o que mesmo fica por baixo da percentagem de espanhóis ou galeg@s de origem espanhola com morada na nossa naçom. Quanto à resposta correspondente ao sentimento de "mais espanhol do que galego", trata-se da mais minoritária, com 8,7%.

Ainda relativizando as garantias deste estudo, o certo é que afirma a existência de umha significativa, se bem que minoritária, fatia de galeg@s que se afirmam como tais, sem qualquer identificaçom com a identidade espanhola imposta. Tal e como a esquerda independentista tem dito repetidamente, estamos ante a existência de umha base social significativa para o trabalho soberanista, nomeadamente se acrescentarmos esses 18,2% que se afirmam "mais galeg@s", que junto aos anteriores superam 30%, muito por cima dos 17'9% que somam aqueles que dim ser "mais espanhóis" ou "só espanhóis".

Existe, contodo, umha maioria de 49% de galeg@s que dim ser "tam espanhóis como galegos", que confirmam o baixo nível de consciência nacional existente na Galiza como resultado do dilatado processo histórico de assimilaçom imposta polo projecto nacional espanhol.

Voltar à página principal