Morreu Jon Idígoras, histórico dirigente operário da esquerda abertzale basca

4 de Junho de 2005

Ontem soubemos do falecimento de Jon Idígoras, um dos mais queridos militantes independentistas e obreiros no seio do povo basco. A sua trajectória vital de 69 anos de luita incansável e coerência em defesa dos direitos da classe trabalhadora e dos direitos nacionais do povo basco levou-no em diversas ocasions a sofrer directamente a repressom espanhola em forma de prisom e de tentativa de assassinato em Madrid (no atentado em que morreu o também parlamentar abertzale Josu Muguruza). Além disso, e durante os anos que foi porta-voz de Herri Batasuna, foi convertido polo Estado espanhol em autêntico símbolo de todos os "males" atribuídos mediaticamente ao povo basco que luita pola liberdade.

Operário metalúrgico desde muito novo, Jon participou já durante o franquismo na autoorganizaçom dos trabalhadores e trabalhadoras bascas, sendo um dos fundadores do sindicato abertzale LAB. Ocupou durante anos cargos políticos de responsabilidade em Herri Batasuna, sempre fiel ao projecto representado pola esquerda abertzale.

Em diversas ocasions participou na Galiza em conferências e outros actos independentistas e de solidariedade mútua entre a Galiza e Euskal Herria.

No triste momento do falecimento de Jon Idígoras, de Primeira Linha nom queremos deixar de transmitir todo o nosso pesar aos companheiros e companheiras da esquerda abertzale basca, e toda a solidariedade da esquerda independentista galega na histórica luita pola conquista dos direitos nacionais e sociais do povo trabalhador basco, que Jon Idígoras defendeu com tanta dignidade até o seu derradeiro alento de vida.

 

Voltar à página principal