Fevereiro activo nos centros sociais galegos

31 de Janeiro de 2006

O início do mês de Fevereiro vai trazer um bom número de actos e iniciativas diversas nos centros sociais galegos que nos últimos anos venhem animando a vida sócio-cultural do País a partir de um claro compromisso lingüístico e social, e umha aposta pola auto-organizaçom.

Compostela

É o caso do Pichel, centro social aberto pola Gentalha do Pichel, que em Janeiro cumpriu dous anos de actividade ininterrompida com concertos e outros actos públicos. Já em Fevereiro, o centro social iniciará umha série de cursos de dança e música, que se prolongarám até Junho, contando com a colaboraçom de profissionais como Marta Pereira Coutinho, destacada bailarina e actriz, que dirigirá o curso de danças do mundo, e Dáni Sixto, conhecido guitarrista trasanquês que fijo parte de Luar na Lubre e será responsável polos cursos de "harmonia, arranjo e composiçom para música popular", e "corda atirada para música popular galego-portuguesa". Para mais informaçons, pode-se contactar para o número 610 669 199 ou no próprio local na capital galega.

Corunha

Também na Corunha haverá um mês de Fevereiro de actividade no Centro Social Atréu. Nos dias 5 e 12 de Fevereiro serám projectados os filmes The weather underground e Buongiorno, notte, respectivamente. O primeiro dedicado ao movimento estudantil norte-americano e o segundo sobre o seqüestro de Aldo Moro polas Brigadas Vermelhas.

Ainda no dia 2, o Centro Social corunhês acolhe um recital poético com Alberte Momám, Arsénio Iglésias, Ramiro Vidal, Yolanda Castanho, Antia Otero, Alícia Fernandes, Maria Lado, Mario Regueiro e Eduardo Esteves.

No dia 9, um acto sobre "A caravane Europeia contra a vedaçom da Europa fortaleza", com a participaçom de três activistas que tomárom parte na marcha europeia contra a vedaçom. Será polas 20:30 horas.

E finalmente, no dia 14 à mesma hora, um activista participante na contra-cimeira anti-G8 de Edimburgo falará da experiência numha palestra sob o título "G8 Edimburgh, a articulaçom das contra-cimeiras"

Ponte Areas

A Assembleia Aberta do Local Social Baiuca Vermelha organiza para amanhá mesmo, dia 1, a projecçom de um documentário sobre a guerrilha galega antifranquista. Trata-se da obra "El Maquis", do realizador Alfonso Artesos. A projecçom começará polas 21 horas.

No dia 4, conclui o ciclo de cinema antimilitarista com umha conferência-colóquio em que participará André Seoane, militante de ANOC e activista social, e de Milucho Romero, antimilitarista galego. Será polas 20:30h.

Um dia mais tarde, o mesmo centro social organiza umha rota sob a legenda "Conhece a tua comarca", polo Aserradeiro dos Carranos, em Covelo, com saída às 12 horas do Local Social.

E finalmente, no dia 10 de Fevereiro, será projectado o documentário "Puente Llaguno, claves de una masacre" (1h 43min), dedicado ao processo venezuelano venezuelano, seguido de um debate que contará com a presença de vários membros do Comité Bolivariano Galego:

- Vicente Soto (Responsável do Comité Bolivariano Galego de Solidariedade com Venezuela)
- José Santos (Professor na Universidade de Vigo/Observador internacional no referendo revogatório de 2004)
- Magdalena Barahona (professora de sociologia e obsevadora internacional no referendo revogatório de 2004)

Trasancos

A Fundaçom Artábria organiza umha palestra sobre a variedade natural da comarca e as ameaças que sobre ela pairam, com destaque para o projecto urbanístico previsto na carvalheira de Menáncaro, em Ferrol. Será no dia 2 de Fevereiro, polas 20 horas.

A partir do dia 4, o pessoal da Artábria começará a trabalhar a partir das 19 horas na organizaçom do entruido 2006. No seu web convidam a quem tiver interesse a participar numha iniciativa que vem repetindo-se cada entruido durante os últimos sete anos.

A grande quantidade de actos dos centros sociais impede-nos acompanhar toda a actividade de todos os locais existentes, mas nom queremos deixar de avançar algumhas das iniciativas sempre que nos seja possível.

 

Voltar à página principal