Mulheres de NÓS-Unidade Popular reclamam retirada de ajudas económicas públicas à Igreja Católica

4 de Maio de 2005

Reproduzimos na íntegra o comunicado remetido pola Comissom Nacional da Mulher de NÓS-Unidade Popular em relaçom com as reacçons da Igreja católica ante as mudanças legais em matéria de igualdade de direitos entre géneros e orientaçons sexuais:

"As recentes reformas e leis postas em andamento por parte do governo do PSOE (Lei contra a violência de género, lei do divórcio, casamento entre homosexuais, etc) tenhem provocado umha reaccionária resposta dos sectores mais conservadores e ultraortodoxos da direita do Estado espanhol, entre os que cabe destacar a hierarquia católica, que vem actuando como cam de presa do PP.

Se bem as crenças religosas pertencem ao mundo privado e à liberdade individual de cada qual, nom se pode permitir que umha instituiçom que recebe ingentes partidas orçamentares das finanças públicas faga declaraçons misógenas, homofobas, reaccionárias e machistas contra os pequenos avanços formais e legais que se estám a levar adiante.

O recente pedido por parte do Vaticano de exercer objecçom de consciência por parte daqueles/as cristaos/ás com responsabilidades públicas no referente ao casamento entre homossexuais, é mais umha mostra da intransigência com que vem agindo a Igreja católica, evidenciando mais umha vez o desprezo que sentem por direitos tam democráticos como a igualdade perante a lei, independentemente da opçom sexual particular. Evidentemente, este apelo foi e será seguido por numerosos funcionários do Estado, como já venhem declarando nom poucos regedores tanto do PP como do PSOE, saltando-se as mais mínimas regras democráticas que tanto afirmam defender e proteger.

De NÓS-Unidade Popular solicitamos que se retire qualquer subsídio directo ou indirecto destinado à Igreja católica e se reinvista em políticas efectivas de superaçom da actual situaçom de desigualdade que padecemos as mulheres e demais colectivos discriminados polo patriarcado."

 

Voltar à página principal