Assembleia de Mulheres do Condado lembrou vítimas galegas da violência machista

31 de Dezembro de 2005

A Assembleia de Mulheres do Condado (AMC) despediu o ano com um acto simbólico em lembrança das duas mulheres assassinadas em 2005 pola violência machista. O acto consistiu na colocaçom de duas siluetas no jardim localizado em frente à sede da Cámara municipal de Ponte Areas, representando a Júlia, de 77 anos, assassinada em Novembro polo seu marido na mesma vila, e a Natália, meninha de 2 anos, assassinada em Narom no mês de Junho polo padrasto.

A AMC dedicou boa parte da sua actividade nestes meses a apoiar mulheres assediadas pola violência machista e a denunciar os mecanismos que permitem que a opressom sobre as mulheres continue. Com o acto de ontem tentou sacudiu mais umha vez as consciências e vencer a passividade frente ao terrorismo machista que as mulheres galegas continuam a padecer.

 

Voltar à página principal