BNG teima em impor planta de gás no coraçom da Ria de Ferrol a qualquer preço

22 de Outubro de 2005

A deriva do BNG e o sector mais autonomista do nosso nacionalismo neste tema tem degenerado nos últimos anos a partir de umha morna oposiçom inicial, expressada em diversos organismos do Bloque, ao actual compromisso da Conselharia da Indústria que a organizaçom autonomista gere, disposta a aumentar o financiamento com dinheiro público do projecto.

Um projecto que tem sido denunciado por entidades ambientalistas e vicinais polo sério perigo que representa, ao incumprir a normativa internacional relativa à instalaçom de plantas desse tipo, nomeadamente pola falta de distáncia de segurança em relaçom aos núcleos habitados mais próximos. O recheio e contaminaçom das águas da Ria fam parte também da planta regasificadora de Reganosa, bem como a destruiçom dos jazigos arqueológicos presentes na zona de obras. Além disso, a planta nom representa nengumha alternativa estratégica para um desenvolvimento harmónico e duradouro de umha comarca deprimida como a de Trasancos.

Progressivamente, à medida que aumentavam as simpatias polo Grupo Tojeiro (um dos integrantes de Reganosa), o sector maioritário na direcçom do BNG, ligado à UPG, foi "gostando" cada vez mais do projecto, consoante os interesses localistas dos presidentes de cámaras municipais como o de Mugardos ou das Pontes, ambas governadas polo Bloque. Enquanto em Ferrol se mantinha o discurso anterior, contrário à instalaçom da planta em pleno coraçom da Ria, o secretário comarcal da CIG, Emílio Cagiao, também ligado à UPG, acabou por se pronunciar publicamente a favor, sem previamente ter sido aprovada tal decisom em nengum órgao da central nacionalista.

Agora, já à frente da Conselharia da Indústria, e ante a possibilidade de que a fusom entre Endesa e Gás Natural paralise umha planta cujas obras estám em fase avançada, o BNG insiste em apoiar um projecto alheio a um desenvolvimento sustentável e autocentrado na própria Galiza. Hipotecando a segurança e a saúde ambiental da Ria de Ferrol, o BNG dá continuidade na Junta da Galiza à política do PP neste assunto, esforçando-se em manter a aliança financeira e empresarial que garanta a continuidade do projecto, e mesmo injectando mais financiamento público no mesmo.

 

:: Mais informaçons sobre o projecto de Planta de Gás de Reganosa na Ria de Ferrol

Anterior ministro espanhol da Defesa silenciou relatório militar que alertava sobre os riscos da planta de gás na Ria de Ferrol (+...)

Rebentam as contradiçons no BNG de Trasancos, com a demissom de dous vereadores em Ferrol (+...)

Planta de Gás prevista em Mugardos pom em perigo importantes achados arqueológicos (+...)

Marcha popular contra a planta de gás em Mugardos (+...)

NÓS-UP alerta sobre a iminente concessom da licença para a planta regasificadora na Ria de Ferrol (+...)

ADEGA critica a "irresponsabilidade" da possível instalaçom da planta de gás em Mugardos (+...)

BNG insiste em reclamar umha planta de gás no interior da Ria de Ferrol (+...)

A CIG também contra a Ria de Ferrol: agora defende a planta de gás em Mugardos (+...)


Voltar à página principal

 

 

Vista aérea das obras da planta de Reganosa, em Mugardos. Repare-se no ilegal recheio da Ria, superior aos 120.000 m2