Repressom contra estudantes na Universidade de Compostela

12 de Agosto de 2005

Segundo informa a entidade estudantil independentista, AGIR, nos últimos dias produziu-se o início de acçons legais contra cinco estudantes da Universidade compostelana, dous deles militantes da própria AGIR, acusados pola segurança privada ao serviço da reitoria de fazerem pintadas em apoio à luita do Comité de Residentes contra a restriçom do acesso às residências públicas universitárias.

A acçom repressiva enquadra-se nas mobilizaçons que sectores estudantis diversos desenvolvêrom no passado mês de Junho contra as reformas introduzidas polo Ministério espanhol da Educaçom, que impedem optar a umha bolsa de estudo na universidade e a um lugar nas residências públicas em simultáneo.

Dous estudantes som também acusados de "danos e agressons" a membros da segurança privada universitária, no que constitui umha campanha de perseguiçom a quem se manifesta contra a privatizaçom e elitizaçom do ensino universitário na Galiza, mediante a criminalizaçom das e dos estudantes mais comprometidos na luita.

Toda a informaçom sobre o caso, bem como a posiçom de AGIR, está disponível no web da entidade estudantil da esquerda independentista.

 

Voltar à página principal