Forças especiais do Exército espanhol fam manobras militares em diversas comarcas do Noroeste galego

11 de Novembro de 2005

Os meios de comunicaçom informam nestes dias da presença de efectivos do chamado Terço de Cádis, da Infantaria de Marinha espanhola, em território galego, para realizar exercícios preparatórios de eventuais acçons bélicas. Em concreto, as manobras decorrem em diferentes concelhos das comarcas da Terra Chá, Eume, Ortegal e Trasancos e, sob o nome de "Mirlo Blanco 01/05", inclui desembarcos de patrulheiras e operaçons de reconhecimento com helicópteros e para-quedistas. O teor dos exercícios foi anunciado como "reservado", estando previsto que durem até dia 20 de Novembro.

Com base no quartel ferrolano de Dolores, alguns dos locais em que os militares espanhóis ensaiam as suas manobras som as praias entre Cedeira e Covas (Ferrol), bem como nos concelhos de Neda e Valdovinho. As operaçons começam poucos dias depois da visita à Galiza do ministro espanhol da Defesa, que foi recebido polas autoridades autonómicas com o vice-presidente Anxo Quintana à cabeça.

NÓS-Unidade Popular foi na Terra de Trasancos a única força política que emitiu um comunicado de repulsa à presença do Exército espanhol na comarca e na Galiza, denunciando os seus "jogos de guerra" e reclamando às instituiçons locais e autonómica um protesto acorde com "a vontade antimilitarista socialmente exprimida em numerosas ocasions polo nosso povo". O comunicado pode ser lido no web nacional da organizaçom independentista.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

José Bono passeia o seu chauvinismo espanhol na Galiza, com Anxo Quintana de auxiliar lambe-botas (+...)


Voltar à página principal