Feministas precintam catedral de Compostela

23 de Maio de 2005

O colectivo feminista Mulheres Transgredindo realizou umha nova acçom de rua em denúncia do fundamental papel ideológico da Igreja na manutençom do patriarcado na nossa sociedade. Segundo informam as próprias protagonistas da espectacular acçom, com ela quigérom dizer "nom a todo o que representa a Igreja Católica neste país, como máxima expressom da repressom da liberdade e da negaçom das mulheres". Um precinto semelhante ao utilizado polas instáncias oficiais rodeou a catedral, junto a faixas e cartazes de denúncia do carácter homofobo, machista e repressor da Igreja Católica.

Nom é a primeira vez que Mulheres Transgredindo efectiva umha acçom deste tipo. Anteriormente, fôrom já precintadas outras igrejas da capital da Galiza, tendo também realizado imaginativas acçons de denúncia contra a exploraçom laboral das mulheres ante ZARA e contra a violência machista, entre outras.

 

Voltar à página principal