Estudantes universitári@s mobilizam-se em defesa do direito às residências públicas em Compostela

8 de Junho de 2005

A entidade estudantil da esquerda independentista, AGIR, informa no seu web da luita que nestes dias desenvolve o colectivo de estudantes que ocupam residências públicas da Universidade de Compostela. A 1 de Junho, a Assembleia em que se organizam convocou umha concentraçom ante o Auditório da Universidade, no Cámpus Sul, coincidindo com a reuniom do Claustro com participaçom de representantes da equipa reitoral.

O motivo era denunciar a nova Lei de Subsídios do Ministério espanhol da Educaçom, que tornará incompatível a recepçom de umha bolsa de estudo e de umha vaga nas residências públicas, dificultando assim o acesso aos estudos universitários ao alunado com menos recursos económicos.

A concentraçom foi seguida de perto pola Polícia espanhola e a segurança privada da própria USC. No entanto, os e as estudantes acabárom por entrar no local em que o Claustro reunia, fazendo ouvir as justas reivindicaçons do estudantado galego.

AGIR, que participou activamente no acto, informa do mesmo no seu web, analisando também a inassistência da entidade juvenil ligada ao PSOE e a morna resposta do colectivo de obediência ao BNG, desbordado polo ánimo reivindicativo da maioria das pessoas concentradas.

 

Voltar à página principal

 

 

Vista da concentraçom estudantil ante o Auditório da Universidade