1º de Maio: greve geral de imigrantes nos EUA

30 de Abril de 2006

Os trabalhadores e trabalhadoras imigrantes confirmam a sua força ascendente na luita de classes no coraçom do imperialismo mundial, convocando a primeira greve geral nos Estados Unidos da América numha data tam significativa como é o Dia do Internacionalismo Proletário.

Já nas últimas semanas centenas de milhares de obreiros e obreiras imigrantes tenhem tomado repetidamente as ruas em 136 cidades norte-americanas para combaterem a nova Lei sobre imigraçom ilegal que a extrema-direita governante quer impor a ferro e fogo. A aberta criminalizaçom dos quase 11.000.000 de imigrantes considerados "ilegais" polas autoridades ianques está a obter umha resposta maciça em forma de mobilizaçons que lembram a luita polos direitos dos negros e as negras há quase 40 anos.

A lei em causa nom só prevê prisom e fortes multas para quem colaborar de algumha forma na integraçom da populaçom imigrante, como propom a construçom de um muro de 1.100 quilómetros na fronteira com o México e o reforço das forças repressivas na fronteira para evitar a entrada da populaçom proveniente dos países empobrecidos polo imperialismo ianque no continente americano.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

NÓS-UP apoia mobilizaçons da CIG para o 1º de Maio. (+...)

 

Voltar à página principal