Operário da construçom morre em acidente laboral

7 de Julho de 2006


Lamentavelmente o regueiro de sangue trabalhadora nom deixa de fluir na Galiza. A primeira hora da tarde da quarta-feira 5 de Julho morria na aldeia de Abedes, pertencente ao Concelho de Verim, um operário da construçom de 48 anos. Agostinho Rodrigues Moure caiu desde a varanda da casa na que se achava trabalhando falecendo no acto pola gravidade do impacto.

Esta situçom nom é nova, forma parte do dia a dia da classe operária galega que encabeça o triste recorde de sinsistralidade laboral com resultado de morte do Estado espanhol e da Uniom Europeia.

Um ano depois da chegada a Junta da Galiza do PSOE-BNG umha das promessas do bipartito ficou em águas de borralha. O governo autonómico nom adoptou as medidas de choque imprescindíveis para reduzir os acidentes laborais que demanda o sindicalismo nacional e de classe, e a esquerda independentista.




Voltar à página principal