Ambientalistas denunciam incumprimentos da Conselharia do Meio Rural

1 de Outubro de 2006

As entidades ambientalistas Amigos da Terra, FEG e Verdegaia denunciárom publicamente o incumprimento por parte da Conselharia do Meio Rural, presidida por Alfredo Soares Canal, da obrigaçom de convocar o Conselho Florestal da Galiza. Tal órgao, de carácter consultivo e abrangente das entidades sociais relacionadas com as políticas de montes, só tivo a sua reuniom constitutiva no passado dia 14 de Dezembro de 2005.

Desde aquela, Soares Canal evitou a convocatória do organismo, quando deve fazê-lo, segundo o decreto em vigor, duas vezes por ano. Estamos já em Outubro de 2006, e a dous meses de o ano findar nom houvo nem a primeira reuniom do único foro que permite a participaçom popular, se bem que de forma consultiva, numha matéria da importáncia da política florestal.

Tal e como as referidas entidades sublinhárom com toda a razom, estamos perante "umha mostra de que a Junta actual nom corrigiu o enorme défice de participaçom social no desenho e execuçom da política autonómica de montes e incêndios florestais".

O facto tem maior gravidade quando sabemos das grandes carências da área, após um Verao de especial castigado aos nossos montes polos incêndios e umha Administraçom autonómica ultrapassada polos acontecimentos. A evidência do continuísmo fraguiano nom se limita à resposta aos fogos e à estratégia florestal, atingindo ainda as formas democráticas ao ser incumprida a própria legalidade para deixar fora as 49 entidades sociais integrantes do Conselho Florestal e que, de certeza, tenhem algo a dizer sobre o estado e as alternativas para o monte galego.

O mais curioso do assunto, segundo apontam a FEG, Verdegaia e Amigos da Terra, é que a Mesa da Madeira, também convocada pola Conselharia do Meio Rural, sim está a funcionar com normalidade. Qual a diferença? neste caso, a Mesa é composta unicamente polos agentes económicos.

Entretanto, a subsidiada e pró-institucional ADEGA evitou também neste assunto qualquer crítica à Conselharia gerida polo BNG.

 

Voltar à página principal