Ponte Vedra: milhares exigem a clausura de ENCE Celuloses

11 de Junho de 2006

Por volta das duas mil pessoas saírom às ruas de Ponte Vedra mais um ano para manifestar a oposiçom às actividades poluentes da factoria de celulose de ENCE em plena ria. Dúzias de entidades sociais, ambientais, culturais e políticas aderírom à convocatória da Associaçom pola Defesa da Ria, exigindo a clausura definitiva e exigindo que se acelere em lugar de esperar a 2018 para obrigar ENCE a deixar de contaminar impunemente.

Além do crescente apoio popular às convocatórias da APDR, desta vez participárom representantes ambientalistas uruguaios e argentinos, da Asamblea Ciudadana Ambientalista de Gualeguaychú e do Grupo Guayubira, respectivamente.

Também a esquerda independentista estivo representada na mobilizaçom, com umha representaçom encabeçada pola faixa de NÓS-UP em que se reclamava "Celulose fora da ria". O representante da entidade convocante afirmou perante os meios que "só com a desapariçom do complexo industrial será possível recuperar a qualidade de vida e a saúde das pessoas e levar adiante um desenvolvimento sustentável".

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Marcha contra a celulose de Louriçám (+...)

Massiva mobilizaçom em Ponte Vedra contra a presença de ENCE Celuloses (+...)

NÓS-UP chama em Ponte Vedra a participar na manifestaçom de sábado contra ENCE (+...)

 

Voltar à página principal