Plataforma contra a rua Fraga em Compostela: mais vale tarde que nunca

25 de Outubro de 2006

A esquerda independentista vinha denunciando desde o passado mês de Abril a tentativa do Governo municipal compostelano de homenagear o fascista Manuel Fraga Iribarne com a dedicatória de umha rua da capital.

Infelizmente, a proposta de ser organizada umha resposta plural ao disparate do esquerdista renegado e presidente da Cámara, José Sanches Bugalho, foi rejeitada na altura polo Movimento polos Direitos Civis, ligado ao BNG, e achou pouco eco noutros sectores que talvez nom o vissem como assunto prioritário ou importante.

Finalmente, e perante a proximidade das Eleiçons municipais, o referido Movimento e mesmo o BNG, integrante do Governo municipal e agora interessado em se desmarcar "visualmente" do PSOE, já som pola constituiçom da plataforma, em que também se integrou NÓS-Unidade Popular apesar da pouca vontade do autonomismo de partilhar espaços com tam "incómoda " organizaçom.

Para além das pequenas misérias e partidarismos, o importante é que parece que haverá umha resposta colectiva à iniciativa de dar o nome de umha rua compostelana a um ex-ministro franquista e defensor impenitente desse regime. Essa é umha boa notícia, até porque som mais de vinte organizaçons e entidades diversas as que participam da plataforma recém constituída. NÓS-UP informa sobre a questom no seu web.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Alunado andaluz dá umha liçom à esquerda vendida do Parlamento da Galiza. (+...)

PSOE e BNG dam o voto para Fraga como senador e despedem-no com aplausos (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

Fraga, mais novo, com o jugo e as setas da falange ao peito