Local Social auto-gerido de Ponte Areas celebrou primeiro aniversário

4 de Agosto de 2006

Desde que em 1998 fora inaugurado o Centro Social da Fundaçom Artábria, em Ferrol, a progressiva extensom de iniciativas similares nas principais cidades da Galiza deu um novo fôlego ao trabalho sociocultural comprometido com a língua e a construçom nacional.

Corunha, Compostela, Ourense, Ponte Vedra, Vigo, Lugo... fôrom vendo crescer centros de diverso tipo, mas com a prática reintegracionista e a reivindicaçom dos direitos históricos da Galiza como denominador comum. Porém, o surgimento da Baiuca Vermelha em Ponte Areas há agora um ano supujo a novidade de demonstrar que também em vilas menos populosas era viável levantar locais sociais à margem dos patrocínios e subsídios oficiais. Além disso, a iniciativa partiu de NÓS-Unidade Popular, correspondendo a gestom a umha assembleia aberta de carácter popular que dinamiza as variadas actividades que a Baiuca acolhe.

Um ano depois do feliz evento, o local social do Condado organizou umha série de actividades em comemoraçom da data, como já avançamos dias atrás. Um debate político, umha ruada musical e de animaçom popular polas ruas de Ponte Areas, um jantar de confraternizaçom, um concerto e umha exposiçom sobre o primeiro ano da Baiuca completárom umha agenda que achou boa resposta de público.

Toda a informaçom e umha galeria fotográfica sobre os diversos actos estám disponíveis no web da Baiuca Vermelha.

 

:: Mais informaçom sobre o mesmo tema

Debate em Ponte Areas subordinado ao tema "O futuro da Galiza". (+...)

 

Voltar à página principal