Jornada de greve contra os acidentes laborais em Vigo

8 de Junho de 2006

A morte de mais um jovem trabalhador, agora em Moanha e no sector naval, é contestada hoje com umha greve convocada polos sindicatos na principal cidade industrial da Galiza, incluindo umha concentraçom em frente do prédio administrativo da Junta da Galiza para exigir medidas urgentes que detenham as contínuas mortes de obreir@s galeg@s.

Abraám Rodrigues, de 22 anos, morreu na manhá da quarta-feira quando cumpria com a sua jornada de trabalho nas instalaçons de Varaderos Domaio, estaleiro moanhês, ao receber umha potente descarga eléctrica. É o segundo operário do naval das comarcas do Morraço e Vigo que morre neste ano, o que a secçom juvenil da CIG explicou como umha "mostra da violência exercida contra nós por parte do patronato", ao tempo que reclama mais medidas de segurança e o esclarecimento das responsabilidades, incluídas "as medidas legais pertinentes".

Também a organizaçom juvenil independentista BRIGA difundiu um comunicado em que afirma que "enquanto @s jovens continuamos a ser a carne de canhom sobre a que os empresários engordam os seus benefícios, PSOE e BNG seguem instalados na palavraria propagandística, bem anunciando planos de choque que nunca se chegam a concretar ou ridículos códigos éticos que pretendem diluir a grave responsabilidade patronal na alarmante falha de medidas de segurança dos centros de trabalho na Galiza."

Mais umha vez, a precariedade laboral e a falta de condiçons de segurança aparecem como factores chaves no contínuo gotejar de acidentes.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Morre um trabalhador em acidente laboral em Sober. (+...)

Novos acidentes mortais na construçom. (+...)

Três trabalhadores mortos num grave acidente laboral no mar. (+...)

CIG denuncia empresa responsável polo acidente laboral de Ribeira (+...)

Obreiro da construçom morre numha obra de Ribeira (+...)

Porrinho: acidentes laborais continuam (+...)

Presidente patronal responsabiliza directamente as vítimas polos acidentes laborais (+...)

Líder patronal gosta da proposta estatutária do BNG (+...)

Esquerda independentista participa nos actos de hoje em defesa da Classe Obreira Galega (+...)

NÓS-UP chama a participar nos actos da CIG no Dia da Classe Obreira Galega (+...)

Corrupçom a esgalha: a Junta do PP e os "negócios" do chefe dos patrons (+...)

Máfia e democracia neoliberal (+...)

Obreiro de umha empresa auxiliar de Meirama morre no posto de trabalho (+...)

NÓS-UP reclama medidas concretas e urgentes para reduzir a sinistralidade laboral (+...)

Centenas de pessoas manifestam-se após a morte de um jovem operário num estaleiro de Marim (+...)

Pressons operárias obrigam a paralisar obras do porto exterior corunhês (+...)

Outros dous trabalhadores mortos e o anunciado "plano de choque" contra os sinistros laborais continua sem ser apresentado (+...)

Sinistralidade laboral voltou a aumentar na Galiza em 2005 (+...)

Acidente laboral mortal na Pastoriça (+...)

Grave acidente laboral em pleno centro de Vigo (+...)

Primeiro operário morto no trabalho em 2006 (+...)

Camionista morre nas obras do porto exterior da Corunha (+...)

 

 

Voltar à página principal

 

 

Imagem de umha manifestaçom anterior contra os sinistros laborais