Resistência patriótica iraquiana já fijo 2.500 baixas mortais entre as tropas genocidas de ocupaçom ianque

15 de Junho de 2006

Segundo reconheceu o Governo presidido polo criminal de guerra George W. Bush, a tropa ocupante norte-americana atingiu já as 2.500 baixas mortais em território iraquiano como conseqüência das acçons guerrilheiras do movimento popular de resistência, desde o início, em Março de 2003, da guerra de saque que protagoniza nesse país.

Só no último ano, à volta dos 1.000 efectivos militares ianques caírom graças à crescente actividade resistente iraquiana. Quanto ao número de soldados estado-unidenses feridos, som 18.490 segundo os dados do comando imperialista, que se recusou a informar sobre o cada vez maior número de deserçons.

O povo iraquiano está a pagar com sangue a defesa da soberania nacional e a dignidade como povo, enfrentando corajosamente o exército mais poderoso e melhor dotado no plano tecnológico e armamentístico do mundo. Som já mais de três anos de guerra de libertaçom nacional em que os EUA estám a protagonizar os piores massacres imagináveis contra um povo inteiro, cuja capacidade de resistir garante a derrota do imperialismo ianque. De facto, nom há acordo sobre o número de iraquianos e iraquianas assassinadas, mas nom há dúvida de que som várias decenas de milhares, a maioria civis.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Guantanamo: três suicídios após mais de 100 tentativas no campo de concentraçom ianque (+...)

EUA estende execuçons indiscriminadas no Iraque (+...)

Exército de ocupaçom británico massacra populaçom civil em Bassorá (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

O povo iraquiano é hoje um exemplo de luita e dignidade para todos os povos do mundo