NÓS-UP reclama ao BNG que passe "das palavras aos factos" em matéria lingüística

19 de Abril de 2006

NÓS-Unidade Popular respondeu às declaraçons do responsável de Língua e Cultura no Conselho Nacional do BNG, Manuel Portas, em que este manifestava "preocupaçom" pola linha seguida polo Governo autonómico em matéria de língua. Depois de qualificar de "impossível contorsionismo político" a posiçom do BNG neste tema, NÓS-UP pede à formaçom sócia do PSOE à frente da Junta que assuma a sua quota de responsabilidade e passe "das palavras aos factos".

A organizaçom independentista relata no seu comunicado os principais incumprimentos programáticos do Governo autonómico em matéria lingüística, nomeadamente no ensino, meios de comunicaçom e na flagrante carência "de um só plano concreto de actuaçom programado pola Secretaria Geral da Política Lingüística para a aplicaçom nalgum sector social com vista a conseguir algum avanço para os usos do galego".

A seguir, NÓS-UP afirma que "a trajectória do PSOE como força maioritária no actual Governo em matéria de língua seria, em si mesma, motivo suficiente para que o BNG abandonasse umha colaboraçom que o converte em cúmplice", explicando a toleráncia com a linha marcada polo PSOE porque "a realidade é que a língua nom está entre as prioridades do BNG à frente do bipartido".

Podes ler na íntegra o comunicado de NÓS-UP no seu web nacional.

 

 

Voltar à página principal