Constituida Comissom pola Memória Histórica do 36 em Ponte Areas

 

28 de Junho de 2006

Diversas associaçons, colectivos sociais e forças políticas de Ponte Areas, assim como vizinh@s a título pessoal deste município do sul da Galiza, venhem de constituir a Comissom pola Memória Histórica do 36.
Os objectivos desta plataforma popular, na que entre outras entidades está integrada NÓS-UP e a Assembleia Aberta do Local Social Baiuca Vermelha, é realizar unha homenagem social às vítimas da repressom franquista durante a guerra de 1936-39 e a posguerra.
Tal como se recolhe no comunicado emitido após a sua apresentaçom pública o passado 23 de Junho o "objectivo principal desta Comissom é a recuperaçom da memória histórica das vítimas da violência franquista en Ponte Areas".
Segundo afirma o historiador Angel Rodríguez Gallardo, -um dos portavozes da Comissom-, som "mais de oitenta assasinad@s na comarca do Condado-Paradanta entre 1936-1939 e trinta e dous o número de fusilados depois de conselhos de guerra amanhados e sem nengum tipo de garantia processal. Porém ainda nom sabemos o número de vítimas que se producirom após o final da guerra civil no concelho de Ponte Areas e na comarca, mas com total segurança a cifra de vítimas se eleve a perto de cento cinquenta".
A Comissom tem como principal objectivo realizar um acto central de Homenagem às vítimas da repressom franquista en Ponte Areas em outono deste ano, consistente na colocaçom dumha placa ou dun monólito nalgum lugar significativo da vila de Ponte Areas acompanhado dumha oferenda floral na que participem o maior número de testemunhas da época.
Também se divulgarám os factos traumáticos do fascismo na comarca e na Galiza, mediante a realizaçom dumhas Jornadas com presença de especialistas, historiadores e testemunhas directas ou indirectas, especialmente para que estes últim@s superem "o secular medo a falar que existiu em Ponte Areas". A Comissom manifesta que "sabemos de muit@s pontearean@s que atesouram umha significativa testemunha sobre esses horríveis anos e sabemos também que jamais o contarom publicamente, mas agora é o momento de dar o protagonismo a tod@s aqueles e aquelas que nunca o tivérom".

A Comissom pola Memória Histórica do 36 de Ponte Areas está constituída polo Ateneu Libertário Lume Negro, Assembleia Aberta do Local Social Baiuca Vermelha, Assembleia de Mulheres do Condado, Associaçom Cultural Galeguiza, Associaçom de Vizinhos de Canedo, BNG, Esquerda Unida, Mulheres Progressistas, NÓS-UP, PSdG-PSOE e Juventudes Socialistas.

 

 

Voltar à página principal