Campanha das MNG em Ferrol contra o financiamento público do integrismo católico

 

14 de Abril de 2006


A entidade feminista Mulheres Nacionalistas Galegas contesta nestes dias em Ferrol o apoio institucional à chamada "Semana Santa ferrolana", tradiçom imposta polos sectores mais reaccionários da cidade, ligados ao Exército espanhol e à extrema-direita, e que ano após ano continua a ser subsidiada com dinheiro público de todas as ferrolanas e ferrolanos.

MNG editou autocolantes e cartazes que estám a ser colados sobre a propaganda de exaltaçom católica, além de emitir um comunicado em que rejeita "o financiamento público por parte do Concelho, Junta da Galiza e Deputaçom destas monstras de exaltaçom do integrismo católico que representam as procissons de "Semana Santa".

A organizaçom feminista lembra que "numha sociedade nom sexista nom há espaço para a submissom do político ao religioso, nom há espaço para a intolerância dos clérigos, bispos, imáns ou rabinos regendo a nossa vida e os nossos corpos", enquanto "seguem negando os nossos direitos sexuais e reprodutivos, onde os nossos corpos nom som nossos e o nosso prazer continua a ser pecado".

 

Voltar à página principal