Nova mobilizaçom multitudinária reclama direitos civis e nacionais no País Basco

9 de Abril de 2006

Como cada semana durante os últimos tempos, dezenas de milhares de bascos e bascas voltárom a tomar as ruas do seu país, neste caso em Donostia, para denunciarem a perseguiçom política contra a esquerda abertzale e reivindicarem umha soluçom democrática ao conflito basco-espanhol.

Entre o povo que saiu à rua, encontravam-se os dirigentes de Batasuna e Askatasuna libertados depois de terem pago umha forte cauçom imposta polo juiz espanhol Grande Marlasca. A Audiência Nacional espanhola continua a manter o acelerador repressivo carregado a fundo apesar da via aberta com o cessar-fogo permanente da organizaçom armada independentista ETA.

As sucessivas demonstraçons de grande apoio popular da esquerda abertzale, inclusive no novo cenário de ausência de violência por umha das partes em conflito, nom conseguiu ainda que o Estado espanhol mude a lógica repressiva com que durante décadas tem respondido às aspiraçons do povo basco, em luita permanente pola soberania nacional.

Numerosas organizaçons internacionais dos mais diversos povos do mundo tenhem enviado declaraçons de solidariedade à esquerda abertzale, incluída a galega NÓS-Unidade Popular. Os comunicados solidários podem ser consultados no web Orain.info, espaço informativo do independentismo basco na rede.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

NÓS-Unidade Popular fai pública a sua posiçom perante o cessar-fogo declarado pola organizaçom revolucionária basca ETA (+...)


Voltar à página principal

 

 

Os dirigentes abertzales libertados nas últimas horas participárom na maciça manifestaçom de hoje em Donostia (País Basco)