Associaçom cultural compostelana denuncia identificaçons policiais a associad@s da entidade

12 de Maio de 2006

A Gentalha do Pichel, activa associaçom cultural da capital da Galiza, promotora do centro social O Pichel e organizadora da Festa do Dezassete que terá lugar no próximo sábado em defesa dos direitos lingüísticos, denunciou mais umha vez publicamente a actuaçom rerpessiva da polícia municipal compostelana.

Um grupo de membros da citada entidade cultural foi arbitrariamente identificado e intimidado por membros da força policial ao serviço do PSOE e do BNG à frente da Cámara Municipal de Compostela. O motivo: tentarem colar uns cartazes polas ruas da cidade, anunciando a Festa do Dezassete que se fai o Treze, evento já tradicional em defesa da língua que decorre coincindindo com as comemoraçons à volta do Dia das nossas Letras.

Os "defensores da ordem" que protagonizárom a actuaçom fôrom, polos vistos, elementos policiais vestidos à paisana, que seguírom o grupo de activistas culturais até o cámpus sul compostelano, momento em que os abordárom e identificárom.

Nom é a primeira vez que tal acontece. De facto, o assédio policial a membros da Gentalha do Pichel é habitual, incluindo a eliminaçom de murais de paredes sem qualquer valor patrimonial ou o directo boicote do Governo municipal contra iniciativas do citado colectivo.

A Gentalha do Pichel assinala no seu comunicado de denúncia que "esta vez nom será a última, mas desta volta considera que a cidadania de Compostela deve conhecer a existência de agentes da polícia local à paisana que, entre outros objectivos, se dedicam a identificar rapazes e raparigas polo simples facto de colarem cartazes que anunciam umha jornada de Festa em defessa e desfrute da língua galega".

Factos, acrescentamos nós, de umha extrema gravidade, que situam as forças que componhem o Governo municipal compostelano, PSOE e BNG, numha escalada de perseguiçom dos mais elementares direitos civis na capital da Galiza, incluindo a mais elementar actividade em defesa da nossa castigada e perseguida língua nacional.

Recomendamos contribuir para a ruptura da censura institucional visitando o blogue da Gentalha do Pichel, onde figura o extenso programa previsto para reivindicar e desfrutar a língua amanhá sábado.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Governo municipal compostelano tenta impedir festa em defesa da língua. (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

Eis o "cartaz ilegal" perseguido pola Polícia local compostelana. Clica em cima para o veres aumentado