Implacável perseguiçom do Governo municipal de Compostela contra entidade normalizadora

19 de Maio de 2006

O Governo municipal compostelano, formado por umha coligaçom entre o PSOE e o BNG, consumou no último mês umha verdadeira campanha contra as actividades da principal entidade normalizadora do concelho: A Gentalha do Pichel. Esta associaçom, que conta com um local social aberto e promove numerosas iniciativas em defesa da língua e a cultura do País, leva vários anos a organizar a principal festa popular polo Dia das Letras na capital da Galiza, apesar dos apoios institucionais da festa "alternativa" organizada polas entidades satélites do BNG em Compostela.

Porém, tal e como informamos em dias passados a partir das denúncias públicas dos companheiros e companheiras da Gentalha do Pichel, neste ano a instituiçom municipal deu umha volta de porca, boicotando abertamente a organizaçom da Festa do Dezassete: para além de negar qualquer colaboraçom, desta vez o Governo municipal de Bugalho e Néstor Rego denegou espaços públicos onde organizá-la, ao mesmo tempo que cedia ao chamado "Foro da Mocidade" (em que participam as mocidades do BNG) a praça mais central da cidade e todas as facilidades, seguramente com o objectivo de desbancar a Gentalha do Pichel como principal referente lúdico-reivindicativo em defesa da língua. Proibiçom de publicitar os actos, multas, um corte de luz em pleno concerto... um ataque em toda a regra aos mais elementares direitos democráticos.

Por baixo das grandes palavras, dos "talantes" e falsas boas intençons, os protagonistas da suposta "alternativa" ao nepotismo fraguiano demonstram que a Galiza continua longe de atingir umhas mínimas condiçons de convívio democrático em que todo o mundo poda defender projectos sociais e de país nom coincidentes com os dos três partidos "de ordem".

Felizmente, o grande número de vizinhos e vizinhas que sempre arroupam os actos organizados pola Gentalha do Pichel continuárom a apoiá-los neste ano, inclusive após o apagom de luz ordenado polas "autoridades competentes".

Pola nossa parte, nom queremos deixar de reiterar a nossa solidariedade aos companheiros e companheiras da Gentalha do Pichel. Recomendamos visitar o seu blog para conhecer todos os pormenores da grave agressom institucional que sofrêrom no último mês.

A luita pola língua e pola democracia continua!


:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Associaçom cultural compostelana denuncia identificaçons policiais a associad@s da entidade. (+...)

Governo municipal compostelano tenta impedir festa em defesa da língua. (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

Imagem de um dos actos populares promovidos pola Gentalha do Pichel com motivo do Dia das Letras
O Governo municipal compostelano cortou a subministraçom eléctrica à festa normalizadora da Gentalha do Pichel
Sanches Bugalho (PSOE) e Néstor Rego (BNG), máximos responsáveis por mais umha campanha contra os direitos civis em Compostela, desta vez perseguindo actividades em favor da nossa língua