10 de Março: Esquerda independentista apoiou actos do sindicalismo galego e de classe

11 de Março de 2007

A CIG convocou, mais um ano, actos com motivo do Dia da Classe Obreira Galega. A manifestaçom nacional decorreu em Ferrol, com participaçom de umhas 400 pessoas, mais das participantes na manifestaçom conjunta dos dous sindicatos espanhóis que também marchárom polas ruas ferrolanas.

Juan Juncal preside acto institucional com participaçom de toda a "oposiçom"

Tal como já tinha acontecido no passado ano, o presidente da Cámara polo Partido Popular, Juan Juncal, presidiu um acto institucional ao pé do monumento ao 10 de Março, na praça do mesmo nome de Ferrol. Desde o PP até IU, passando polo PSOE, IF e BNG, junto aos sindicatos UGT, USTG e CCOO, o coro institucional estivo completo para escuitar o discurso de "reconciliaçom" de Juncal. Todos coincidírom em esbater qualquer diferença de classe e esvaziar de qualquer conteúdo umha jornada histórica de homenagem à nossa classe obreira.

CIG alarga a jornada reivindicativa e lúdica

Apenas a CIG se desmarcou do vergonhoso acto institucional. Após a oferta floral ao pé do monumento a Amador e Daniel, várias centenas de trabalhadores e trabalhadoras participárom numha manifestaçom polas principais ruas da cidade, até chegarem à praça do Cantom de Molins, onde discursárom o secretário comarcal e o secretário geral.

A esquerda independentista estivo representada na mobilizaçom, com faixas de NÓS-Unidade Popular e da formaçom juvenil BRIGA, bem como mediante o importante reparto de materiais políticos entre as e os manifestantes. As mensagens contra as privatizaçons e a precariedade dérom conteúdo à manifestaçom e ao discurso de encerramento do secretário comarcal, Xesus Anxo Lopes Pintos. Tampouco faltárom referências críticas à política continuísta da actual Administraçom autonómica.

Jantar e concerto até a noite

Um jantar popular e a música de A Quenlha, Os três trebons e Dandy Fever prolongárom a jornada até a noitinha, com participaçom de centenas de pessoas. Houvo também bancas com material político e associativo, e um ambiente festivo enfeitado com bandeiras da Pátria e legendas em defesa dos direitos da classe trabalhadora galega. A CIG trasanquesa alargou assim os conteúdos desta jornada, em que só se achou em falta umha maior participaçom popular, repto que deve assumir a central sindical em próximas convocatórias.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

[Vídeo amador] A esquerda independentista no Dia da Classe Obreira Galega (2007). 38 seg. (+...)

Classe Obreira Galega convocada em Ferrol. (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

Vista da faixa de NÓS-UP na manifestaçom do 10 de Março, com a legenda "contra o pacto social, organizaçom e luita obreira"
A juventude trabalhadora e independentista tivo umha importante presença através de BRIGA
Instantánea do discurso do secretário comarcal da CIG em Trasancos, Xesus A. Lopes Pintos
Também a música tivo conteúdo reivindicativo. Imagem da actuaçom dos Três Trebons