Discurso do secretário-geral de Primeira Linha, Carlos Morais, no encerramento do IV Congresso do Partido

18 de Dezembro de 2006

Completando a informaçom relativa ao IV Congresso do nosso partido decorrido em Ferrol no passado fim de semana, reproduzimos as cinco resoluçons aprovadas a seguir ao debate e aprovaçom dos testos das teses política e organizativa. Som declaraçons relativas ao compromisso lingüístico da militáncia, contra a repressom, em apoio aos movimentos anti-imperialistas na América Latina, às resistências patrióticas dos países ocupados no Médio Oriente e em apoio ao uso e distribuiçom do software livre.

Nas próximas semanas, serám editados dos textos congressuais na sua totalidade, momento em que serám disponibilizados no nosso portal para a sua consulta.

 

Pola plena galeguizaçom de nomes e apelidos da nossa militáncia

O IV Congresso de Primeira Linha fai um apelo ao conjunto da militáncia partidária para conseguirmos que, no curto prazo, sejam dados os passos e trámites necessários no caminho da completa galeguizaçom efectiva de nomes e apelidos de cada militante. A medida deve afectar nom apenas aos usos particulares, o que já acontece de maneira generalizada, mas a toda a documentaçom legal e oficial. É a nossa intençom contribuir assim com o compromisso pessoal de cada militante para as campanhas impulsionadas no ámbito do movimento normalizador reintegracionista.

Contra a repressom política e polo reconhecimento dos direitos dos presos e presas políticas

O IV Congresso de Primeira Linha denuncia a política repressiva aplicada polas instituiçons espanholas no nosso país, verificada nos últimos meses em diversos conflitos laborais e sociais e de maneira particular em determinados concelhos pola Polícia municipal e por parte de corpos policiais como a Guarda Civil e a Polícia Nacional espanhola. No mesmo sentido, reivindicamos o respeito aos direitos dos presas e presos políticos galegos, incluindo o fim da dispersom e o fim de puniçons arbitrárias acrescentadas às que implica a privaçom de liberdade.

Em apoio aos movimentos anti-imperialistas que nos últimos anos estám a aceder ao poder em diversos países latino-americanos

O IV Congresso de Primeira Linha fai público o seu apoio aos processos populares que nos últimos anos levárom ao poder ou ratificárom no mesmo movimentos anti-imperialistas em países como a Venezuela e a Bolívia, que reforçam a estratégia continental historicamente representada pola Revoluçom Cubana frente ao imperialismo norte-americano. Apoiamos nesses e outros processos desse continente o aprofundamento na linha revolucionária que aposte na superaçom do capitalismo em direcçom ao socialismo.

Em apoio aos movimentos de resistência iraquiano, afegao e palestiniano

O IV Congresso de Primeira Linha apoia os movimentos populares e patrióticos de resistência contra a ocupaçom imperialista em luita no Iraque, Afeganistám, Líbano e Palestina. Reclamamos igualmente o fim da colaboraçom do Estado espanhol nas agressons lideradas polo imperialismo contra todos esses povos e o fim das ameaças ao Irám, Cuba e Coreia do Norte.

Em apoio ao uso e distribuiçom do software livre

O IV Congresso de Primeira Linha apoia o uso e distribuiçom do software livre. Fomentando a migraçom para sistemas operacionais e aplicaçons de software livre, rejeitamos o monopólio e mercantilizaçom por parte das grandes companhias, nomeadamente a norte-americana Microsoft, do milionário Bill Gates. Reflectimos assim a nossa visom do mundo como comunistas também no uso que fazemos das novas tecnologias.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Discurso do secretário-geral de Primeira Linha, Carlos Morais, no encerramento do IV Congresso do Partido (+...)

Plenário decorrido em Ferrol pujo termo ao quarto processo congressual de Primeira Linha (+...)

Ferrol acolherá em Dezembro IV Congresso de Primeira Linha (+...)

 

Voltar à página principal