Feministas denunciam violência machista no Condado

26 de Janeiro de 2007

A Assembleia de Mulheres do Condado (AMC) difundiu um comunicado de denúncia contra a proliferaçom de locais de streap tease feminino no concelho de Ponte Areas, assinalando-os como manifestaçons de violência machista. Reproduzimos na íntegra o texto feito público polas AMC:

Locais de streap tease feminino em Ponte Areas

Também som violência machista

Perante a existência e proliferaçom de locais de streap tease feminino em Ponte Areas, o feminismo organizado na Assembleia de Mulheres do Condado (AMC ) vê-se na obrigaçom de informar a populaçom do Concelho, e especialmente as mulheres, das graves conseqüências que isto acarreta para a integridade do sexo feminino polos seguintes motivos:

Promovem um tipo de lazer altamente machista, onde a mulher fica subordinada a “vender” o seu corpo como um mero espectáculo.

Afecta directamente a cousificaçom do físico das mulheres, ajudando a perpetuar no imaginário masculino o sexo feminino como um puro objecto dos mais obscuros instintos sexuais. Alimentando em conseqüência a prostituiçom, o tráfico de mulheres e o aumento feroz tanto de apartamentos como de locais onde os proxenetas actuam impunemente.

Geram condutas de dominaçom e, portanto, agressivas face às mulheres tanto dentro como fora do local em questom.

Alentam a submissom e anulaçom das mulheres como seres humanos com idênticas capacidades que os homens para se desenvolverem na vida social, no trabalho, etc…

Por estas razons, consideramos que a sociedade igualitária e justa pola qual a AMC e o movimento feminista galego leva anos a luitar, é antagónica com a existência deste tipo de locais, por isto apelamos especialmente ao sexo masculino a reflectir sobre este tema.

Solicitamos igualmente ao Governo municipal de Ponte Areas um posicionamento claro de repulsa perante esta nova situaçom e que nom se alimente por nengumha via o facto de este tipo de locais continuarem a abrir as suas portas.

Ponte Areas, Janeiro de 2007

NEM UM PASSO ATRÁS, ADIANTE COM O FEMINISMO!!

 

Voltar à página principal