AGIR dá novos dados sobre a detençom de dous estudantes

22 de Novembro de 2006

Actualizado à 1:30h

A entidade estudantil independentista AGIR pendurou no seu web novos dados sobre a detençom de dous jovens durante a concentraçom anti-sionista na tarde de ontem em Compostela. Lembremos que um deles é integrante da Direcçom Nacional da própria AGIR, cuja militáncia participou activamente no acto solidário com os povos palestiniano e libanês.

Ambos os jovens, que continuam detidos nos calabouços da esquadra compostelana da Polícia espanhola, fôrom ameaçados verbalmente, sendo um deles, como já informamos, objecto de agressons diversas por parte de diferentes elementos policiais.

AGIR informa de que, no momento da detençom, as pessoas concentradas tentárom evitar a arbitrária actuaçom repressiva, mas finalmente fôrom levados numha carrinha da polícia de choque até a esquadra. Prevê-se que sejam obrigados a passar esta noite nos calabouços, até serem levados a declarar de manhá, resta é saber com que inventadas acusaçons.

AGIR realizou nesta mesma noite labores de informaçom e denúncia do acontecido nas ruas da capital galega, e anuncia que de manhá organizará piquetes estudantis que percorrerám os cámpus galegos com o mesmo objectivo.

Entretanto, NÓS-Unidade Popular e Galiza Nova difundírom comunicados de urgência exigindo a liberdade para os dous estudantes. Pola nossa parte, aderimos à reivindicaçom e exigimos a depuraçom das correspondentes responsabilidades políticas nos governos espanhol e autonómico.

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Detençons e violência policial na concentraçom popular contra a presença de um ex-ministro sionista na Galiza (+...)

 

Voltar à página principal