Documentário: como se constrói umha montagem mediática

27 de Dezembro de 2006

Aconteceu em Portugal em 2005 e temos a sorte de contar com um documentário, "Era uma vez um arrastão", de uns 20 minutos, que expom a seqüência de umha montagem mediática dirigida à criminalizaçom de um grupo social: nesse caso, a comunidade imigrante.

Meios de comunicaçom, políticos da direita, ministros, todos a falar de "centenas de marginais a atacar em grupo e violentamente os banhistas numha praia de Carcavelos". Armas brancas, tiros, violência... umha montagem sobre um inexistente "arrastão" (roubo em massa próprio de algumhas praias brasileiras).

Com o passar dos dias, vai ficando em evidência a absoluta mentira da montagem. Um vídeo a nom perder, exemplo das práticas mediáticas habituais nom apenas em Portugal, mas também na Galiza:


 

 

Voltar à página principal