Casa natal do assassino Franco outra vez cor de rosa

23 de Abril de 2007

Depois de que a Fundación Francisco Franco, proprietária do prédio, concluísse os trabalhos de restauraçom que se seguírom à acçom de militantes independentistas no 20 de Novembro de 2005, pessoas anónimas voltárom a lançar tinta cor de rosa sobre a fachada da casa natal do ditador espanhol, em Ferrol.

Comunicantes anónimos enviárom um texto em que reafirmam a necessidade de eliminar a simbologia franquista dos espaços públicos da Galiza, inserindo nesse labor social a acçom do passado sábado, dias antes do julgamento a quatro antifascistas em Neda. Eis o texto completo:

"Sabotada novamente casa natal de Francisco Franco em Ferrol

Na madrugada do sábado para o domingo, 22 de Abril, militantes antifascistas atacavam com “bombas de pintura” cor-de-rosa a casa natal do ditator Francisco Franco sediada na Rua Maria da cidade departamental.

Com esta nova sabotagem queremos monstrar a nossa solidariedade com os 4 militantes de NÓS-Unidade Popular que serám julgados o próximo dia 26 de Abril em Neda por pintar com a cor do antifascismo galego umha cruz em homenagem a José Antonio Primo de Rivera e outros “caídos por Espanha”, no que foi sem dúvida um acto de valentia, justiça e higiene democrática. Nom deixa de ser grave que seja um Governo Municipal de “esquerdas” (PSOE-IU) quem denuncie a quem faga o que eles nom se atrevem a fazer. Com este novo julgamento político o partido de ZP e Izquierda Unida som cúmplices do terrorismo fascista.

Perante a cobardia e o oportunismo dos sipaios do BNG, PSOE e Izquierda Unida, nós, @s antifascistas galeg@s nom vamos a descansar até retirarmos o último símbolo do terror fascista na Comarca de Trasancos e na Galiza enteira.

Contra o fascismo nem um só minuto de trégua!

Nom mais julgamentos a antifascistas!

Simbologia franquista fora da Galiza!

Viva Galiza ceive, socialista e nom patriarcal!

Ferrol, Comarca de Trasancos, 22 de Abril de 2007 "

 

Voltar à página principal