Governo espanhol aumenta ajudas económicas à Igreja Católica

7 de Janeiro de 2007

O Estado espanhol, supostamente aconfissional, continuará neste ano a financiar umha igreja particular, a católica, com um aumento de 34% em relaçom ao ano passado, segundo foi pactuado por representantes do Governo do PSOE e da Conferência Episcopal espanhola.

Em concreto, cada cidadao ou cidadá do Estado pagará algo mais de 3,4 euros, quer concorde, quer nom, ao aparelho vaticanista, graças ao acordo assinado entre representantes do Vacticano e do Governo espanhol, como actualizaçom do concordato assinado em 1979 por ambas partes.

Além disso, o coeficiente do IRPF que receberá o episcopado católico eleva-se de 0,52 a 0,7%. O novo acordo inclui também umha "compensaçom" pola perda da isençom do IVA, aplicada no cálculo tributário. Calcula-se em 5.000 milhons o financiamento total do Estado espanhol à confissom católica, aumentando o dinheiro público desviado para esse conceito de ano para ano.

 

Voltar à página principal