Resistência iraquiana assalta prisom e liberta 140 patriotas

7 de Março de 2007

Um numeroso grupo de guerrilheiros iraquianos armados com espingardas de assalto e metralhadoras atacou hoje mesmo um cárcere no norte do Iraque, tomando controlo das instalaçons e libertando entre 140 e 150 pessoas.

A audaz acçom da resistência patriótica aconteceu em Baduche, perto de Mossul, 370 quilómetros a norte de Bagdad, e foi respondida com helicópteros de combate ianques que, contodo, nom pudérom evitar a fuga em massa.

A prisom assaltada tinha em Janeiro 1.200 pessoas presas, a maioria acusadas de "terroristas", acusaçom habitual lançada polas forças ocupantes contra a populaçom iraquiana que se bate pola libertaçom do país.

O Iraque continua a desangrar-se por contínuos ataques e confrontos inter-étnicos alimentados polas forças imperialistas, que apesar disso nom conseguem deter a crescente fortaleza da resistência armada à ocupaçom.

Assim, nove soldados ianques morrêrom ontem em Diyala e Salehedin na seqüência de dous ataques com explosivos contra colunas de veículos do exército estado-unidense. Anteontem, um soldado norte-americano foi morto a tiro em Tikrit e um británico em Bassorá, no sul do país. Só nos seis primeiros dias de Março, a conta de efectivos militares ianques mortos atinge os 21. Desde o início da ocupaçom ilegal do país, 3.185 soldados estado-unidenses morrêrom em ataques guerrilheiros.

 

Voltar à página principal