Compostela: AGIR dedica VI Jornadas Marxistas às luitas anti-imperialistas no mundo

22 de Maio de 2007

Após um ano de interrupçom, o estudantado da esquerda independentista galega volta a organizar as Jornadas Marxistas, que atingem assim a sexta ediçom, com a Faculdade de Arte, Geografia e História de Compostela como palco.

As Jornadas começam hoje e som dedicadas às luitas anti-imperialistas no mundo actual. Cuba, Venezuela, Curdistám e o Iraque som os países objecto de estudo em quatro dias ao longo desta mesma semana, a começar hoje mesmo com umha palestra a cargo do cônsul da República de Cuba na Galiza, Alejandro Fuentes.

O título desta primeira jornada é "Cuba, referente para a Revoluçom do século XXI", e começa às 19 horas desta terça-feira, como primeiro acto das Jornadas Marxistas.

Amanhá, dia 23, Xurxo Martins Crespo, membro da CIG e colaborador do Comité de Solidariedade Bolivariana, falará sobre "A Revoluçom Bolivariana, novos paradigmas do anti-imperialismo".

Já na quinta-feira, dia 24, Heval Nemir, curdo residente na Galiza, protagonizará umha palestra subordinada ao título "Curdistám, à procura da liberade", concluindo as Jornadas na sexta-feira, dia 25, com umha conferência de Carlos Taibo, professor da Universidade Autónoma de Madrid e especialista em política internacional, que apresentará a palestra "Um olhar à desordem internacional. O caso do Iraque".

Todas as conferências som à mesma hora (19 horas) e no mesmo local (Faculdade de Arte, Geografia e História de Compostela). Toda a informaçom relativa a esta iniciativa de AGIR pode ser consultada no seu web.

 

Voltar à página principal