NÓS-UP propom que se abra o debate territorial e reclama um posicionamento do Governo bipartido

16 de Novembro de 2006

Como já informamos ontem, diversos meios de comunicaçom asturianos e castelhano-leoneses, junto ao Partido Popular, voltárom a atacar a proposta da esquerda independentista para que se produza um reconhecimento dos direitos das galegas e galegos que habitam as comarcas do leste nom reconhecidas como galegas.

La Nueva España (ontem e hoje), El Mundo, La Voz de Asturias e Galicia Hoxe fôrom os últimos tablóides a incluir informaçons totalmente distorcidas sobre o mapa da Galiza publicado por NÓS-Unidade Popular em 2003. Segundo algumhas das notícias publicadas, a Junta da Galiza terá reafirmado a sua intençom persecutória contra o exercício de liberdade de expressom e pensamento que motiva a ediçom do mapa da Galiza completa.

A formaçom independentista e socialista voltou a intervir na polémica para reclamar ao Governo autónomo do PSOE e o BNG que responda formalmente aos ataques do PP asturiano, dirigidas nom só contra NÓS-UP, mas contra a Galiza no seu conjunto, na medida que as reivindicaçons relativas à integridade terriorial da nossa naçom fam parte da tradiçom histórica do nosso nacionalismo.

NÓS-UP reclama igualmente que o Executivo que preside Peres Tourinho diga se tem pensado perseguir o mapa editado em 2003 e que na actualidade continua a ser distribuído. Lembremos que a Conselharia da Educaçom da Junta chegou a defini-lo como "ilegal", numha disparatada tentativa de impedir a actividade política de umha formaçom legal e democrática.

Finalmente, NÓS-Unidade Popular pergunta às forças parlamentares que pensam fazer em relaçom à questom territorial no novo Estatuto que "discutem de costas ao nosso povo", propondo a abertura de um debate amplo em que os e as habitantes de Návia-Eu, Vale de Íbias, o Berço, a Cabreira e a Seabra podam decidir sobre o seu futuro. Podes ler aqui o comunicado difundido pola organizaçom independentista e socialista galega.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

PP asturiano exige ao Parlamento espanhol umha condena contra o mapa da Galiza editado por NÓS-Unidade Popular. (+...)

A Galiza irredenta também existe. (+...)

NÓS-UP disponibiliza dossier sobre a Galiza Irredenta. (+...)

NÓS-Unidade Popular contesta polémica mediática sobre a distribuiçom do mapa comarcal da Galiza. (+...)

 

Voltar à página principal