Imperialismo ianque executa Saddam Hussein. Resistência patriótica continua

12 de Janeiro de 2006

Achamos de interesse oferecer-vos os 17'30 minutos de vídeo que recolhem os discursos dos presidentes venezuelano e boliviano no multitudinário acto de proclamaçom de Daniel Ortega como novo presidente da Nicarágua. Ambas alocuçons caracterizárom-se polo contundente compromisso anti-imperialista, mensagens de reconhecimento à liderança continental cubana e umha clara proclama final de Evo, a que aderimos da Galiza: "Que morra o imperialismo norte-americano!".

Enquanto isso acontecia na Nicarágua, o embaixador brasileiro nos EUA punha o vergonhoso e servil contraponto, oferecendo-se ao império ianque para "favorecer a transiçom de Cuba para a democracia". (sic)

 

Voltar à página principal