Mais mortes e feridos em sinistros laborais

8 de Fevereiro de 2007

Um trabalhador do mar morreu ontem à tarde quando trabalhava nas limpezas de um barco em reparaçom no porto de Marim (comarca do Morraço), propriedade de um armador corunhês, segundo noticiárom diversos meios de comunicaçom.

A morte terá sido causada pola inalaçom de gases no interior do pesqueiro, o que provocou a queda do marinheiro no interior do tanque do óleo do peixe. Três companheiros que tentárom resgatá-lo ficárom feridos pola mesma causa, sendo um quarto quem conseguiu finalmente dar o alarme e evitar mais mortes.

Tanto o marinheiro falecido como os três companheiros eram trabalhadores imigrantes, de origens indonésia e marroquina. Levados ao hospital ponte-vedrês de Montezelo, devido à inalaçom de gases, um deles continua em estado grave.

Carecemos na altura de escrevermos estas linhas de maiores concreçons quanto às circunstáncias deste novo sinistro laboral, além da propriedade do barco, pertencente a um empresário corunhês, apesar de ter bandeira inglesa.

 

Voltar à página principal