Forças repressivas mexicanas tomam Oaxaca e fam quatro mortes entre o movimento popular

30 de Outubro de 2006

Um jovem de 15 anos e outro de 12 estám entre as quatro vítimas mortais causadas polas forças repressivas mexicanas, enviadas polo Governo a Oaxaca para esmagar a revolta protagonizada pola Assembleia Popular dos Povos de Oaxaca (APPO).

Grande número de ferid@s e detid@s completam o panorama da operaçom violenta das forças governamentais, enquanto o povo resiste em barricadas a incursom dos fardados e armados mandados por Fox.

Os 1.000 elementos da Polícia Federal Preventiva (PFP) estám a encontrar resistência popular na cidade, em forma de concentraçons maciças e barricadas. Escavadoras, tanquetas, gases lacrimogénios e todo o tipo de armamento antidistúrbios está a ser usado contra a populaçom, que se defende com pedras e paus.

Nas últimas semanas, a revolta popular de Oaxaca viu como alguns líderes eram assassinados polas forças ao serviço do governo, que quer a todo o custo acabar com o exemplo revolucionário num dos estados mais empobrecidos polo capitalismo no México.

 

Voltar à página principal